segunda, 20 de janeiro de 2020

polícia

PM se desdobra para combater criminalidade na zona leste da capital

22/11/19 11:39

Porto Velho, RO – Apesar do intenso combate à criminalidade por parte da Polícia Militar, contudo, o crescente aumento da criminalidade tem levado a Polícia Militar a se desdobrar para combater as ações dos bandidos. Segundo moradores, o número de assaltos à mão armada na Zona Leste vem aumentando assustadoramente. Principalmente no entorno do Setor Chacareiro no Jardim Santana, Socialista, Mariana e Residencial Orgulho do Madeira.

Segundo o Comandante de Policiamento da Capital, do comando Geral da PM, Coronel Drayton Florêncio da Silva, explica que ‘o policiamento na área é feito periodicamente através das unidades que compõem a Polícia Comunitária. Frisa ainda que, a bandidagem, como em todo lugar, vem sendo combatida, inclusive, com aumento das operações’.

A Zona Leste e bairros periféricos, além da região central, tem exigido um maior esforço dos órgãos de segurança do Estado, diz o consultor José Ricardo Costa. Segundo ele, mesmo com um policiamento ostensivo, ‘torna-se humanamente impossível qualquer polícia do mundo, zerar os índices de violência, resultados de roubos, furtos, arrombamentos ou até mesmo, as chamadas saidinhas dos bancos’.

Considerado os mais populosos da Capital, os bairros que compõem a Zona Leste beiram os 250 mil habitantes. Trata-se de uma área sob a responsabilidade do 5º Batalhão de Polícia Militar que, desde o início deste ano passou a contar com policiamento   ostensivo e garantir mais segurança nas ruas através de parceria com a Polícia Comunitária e moradores, apontou o Comandante do CPC, Coronel Drayton Silva.

Essa unidade de Polícia Comunitária, segundo o Coronel, conta com o agrupamento de mais de 30 policiais cuja atuação é levada a mais de dez bairros da região Leste da cidade com a aplicação de um policiamento ostensivo. Segundo ele, ‘são as regiões mais violentas na Capital’.

De acordo com a PM, a Polícia Comunitária atua em todos os bairros da Zona Leste, além do Setor Chacareiro e estrada dos Periquitos, cujas ações tiveram início a partir da criação do Conselho Comunitário de Segurança (CONSEG), em 2010 -, uma iniciativa da 2ª Companhia de Policiamento do 5º Batalhão de Polícia Militar. Segundo o comandante, esse modelo de policiamento também foi implantado na cidade de Ariquemes, a 200 quilômetros da Capital.

MAIS TENSÃO NA LESTE – Não há um só dia em que chacareiro ou morador da Zona Leste não seja assaltado. A maioria dos autores dos crimes praticados é atribuídos a motoqueiros e bicicleteiros armados, que agem  sempre em dupla e em pontos sem iluminação ou até mesmo à luz do dia em lugares com e/ou sem movimentação de pessoas ou veículos.

No Setor Chacareiro, segundo moradores da região do Jardim Santana, os roubos, furtos e arrombamentos tem causados sérios prejuízos. Geralmente, os ladrões atacam as vítimas, durante a volta dos chacareiros após vender seus produtos na cidade. Nas ações levam tudo, dinheiro, relógios, joias e aparelhos celulares. Por conta dessa situação, ao menos 25% das vítimas contactadas sugerem que a Polícia Militar aumente o contingente do quaro de agentes P-2 na região.

 

Fonte

da Redação/CNR | Por Xico Nery



Categorias: POLÍTICA


DEIXE SEU COMENTÁRIO
Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site CORREIO DE NOTÍCIAS DE RONDÔNIA. Todos os mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

avatar
×

Olá! Em que posso ajudar?

× Como posso ajudar?