sábado, 04 de abril de 2020

A beleza da vida

04/03/20 09:27

A morte é um tema sobre o qual poucos gostam de conversar. Um filme que tem esse assunto como eixo central poderia afastar o público, mas não é o que acontece em “Frankie”, dirigido por Ira Sachs. A sempre carismática Isabelle Huppert interpreta a personagem-título, uma artista que tem os dias contados devido a um câncer.

Ela convoca a família para férias em Sintra, Portugal. A ideia é reunir todos para uma espécie de despedida, mas a cena final em que isso ocorre é feita por uma longa tomada área, em que mal se veem os corpos e nada se ouve dos diálogos. O belíssimo pôr-do-sol funciona como um último balé conjunto da família, pois o futuro será diferente para todos a partir dali.

O filme se concentra nas conversas da protagonista com algum dos convidados e deles entre si. A cena entre o primeiro e o segundo (e atual) marido de Frankie, por exemplo, revela muito da protagonista, assim como a maneira como ela trata o seu filho prestes a se mudar para Nova York, mas infeliz por não ter um grande amor.

A cabeleireira da diva, vivida com doce espontaneidade por Marisa Tomei, é uma das personagens mais interessantes em seu desejo por liberdade. A protagonista, por sua vez, em cada troca de ideias, desvela uma franqueza que a torna antipática, mas com a majestade própria das interpretações de Isabelle Huppert, uma das primeiras-damas do cinema mundial.

A morte é assim tratada como faceta necessária para confirmar a existência da vida. Não há espaço para melodrama, mas uma constante busca pela valorização do tempo, pois cada passo pela cidade portuguesa funciona como uma jornada para dentro de si mesmo. Os belos cenários locais emolduram a possibilidade de a vida ser bela até seus últimos momentos.

  • Por Oscar D’Ambrosio 



DEIXE SEU COMENTÁRIO
Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site CORREIO DE NOTÍCIAS DE RONDÔNIA. Todos os mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

avatar
PUBLICIDADE
×

Olá! Em que posso ajudar?

× Como posso ajudar?