sábado, 18 de janeiro de 2020

GERAL

Audiência pode decidir pelo fim da greve no transporte coletivo

15/01/20 13:57

Trabalhadores devem manter o movimento grevista até que os salários atrasados sejam quitados.

Uma audiência de conciliação prevista para às 14h desta quarta-feira (15) no Tribunal Regional do Trabalho poderá decidir pela normalização do serviço do transporte coletivo urbano em Porto Velho. Ontem, decisão de liminar da Justiça do Trabalho da 14ª Região (Rondônia e Acre) determinou o retorno imediato do funcionamento do transporte público urbano de passageiros em Porto Velho, sob pena de multa de R$ 100 mil por dia e R$ 10 mil por ônibus, em caso de descumprimento, mas o presidente do Sindicato da categoria, Franciney Oliveira, confirmou que a greve continuaria.

A greve dos trabalhadores do transporte coletivo entra no quinto dia. O movimento começou no sábado (10) após uma reunião que não aprovou as reivindicações de pagamentos dos trabalhadores e não tem previsão de acabar. Isto porque o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Empregados do Transporte Urbano de Passageiros no Estado de Rondônia (Sintetuperon),

Franciney Oliveira, reafirmou que os trabalhadores decidiram não voltar ao trabalho enquanto não receberem os salários atrasados. “Respeitamos a decisão da Justiça, mas não podemos trabalhar sem receber”, disse o sindicalista. A greve deixa mais de 80 mil passageiros sem transporte coletivo na Capital.

Fonte

Diário da Amazônia



Categorias: GERAL


DEIXE SEU COMENTÁRIO
Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site CORREIO DE NOTÍCIAS DE RONDÔNIA. Todos os mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

avatar
×

Olá! Em que posso ajudar?

× Como posso ajudar?