sexta, 13 de dezembro de 2019

GERAL

Agricultores do areia branca exigem manutenção de vicinais e retomada do transporte escolar

03/12/19 09:19

Porto Velho, RO – O descaso com a conservação de estradas vicinais do Areia Branca, região rural da Zona Sul da Capital, moradores pretendem entrar na Justiça contra a Prefeitura de Porto Velho, por não resolver a questão do transporte escolar e a melhorias das estradas vicinais da região. A medida será atribuída às secretarias municipais de Educação, Obras, Infraestrutura, Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEMAGRIC).

Entre as diversas complicações, existentes no trecho compreendido entre o final da via de acesso à antiga estrada da Coca-Cola e à estrada do Areia Branca, estão os inúmeros buracos, crateras, desníveis, grande quantidade de galhos espalhados pelas estradas. Durante o período chuvoso, a situação deve piorar com o lamaçal que se forma em vários lugares – os moradores alegam que ‘a manutenção das estradas vicinais ao menos três anos não são é feita’.

Para os moradores e produtores rurais da região, o ano novo vai começar como o anterior: com velhos problemas. A situação precária das estradas é alvo de constantes reclamações, que tem provocado diversos prejuízos aos proprietários dos veículos, além de dificultar o escoamento da produção agrícola e animal, principalmente dos pequenos produtores rurais. Segundo eles, ‘as estradas mais parecem uma tábua de pirulito ou uma gigantesca cratera lunar de tantos buracos e falta de drenagem’. Porém, em virtude da invernada, a cada dia as estradas só piora devido o trânsito intenso de veículos longos (caminhões boiadeiros e carretas) naquela região.

Por sua conta e risco, os moradores se dizem abandonados pelo poder público, principalmente na questão do transporte escolar. As crianças, correm o risco de terem suas atividades suspensas, mais uma vez, com a interrupção do calendário escolar 2019.

Em relação as estradas vicinais, que levam ao setor chacareiro e pequenas propriedades que agregam sitiantes e assentados dos PAs Municipais Adelino Ramos e Vida Nova ‘é o mais crítico da malha rural com acesso ao bairro Areia Branca, no entorno do complexo industrial de uma fábrica de envasamento de bebidas e refrigerantes’, alertaram os moradores locais.

Devido à demora da prefeitura no atendimento das melhorias nas estrada, na próxima quarta-feira (4/12), uma comissão formada por moradores dos PAs Adelino Ramos, Vida Nova e Bairro Areia Branca e Vila Viçosa, respectivamente, na Zona Sul desta Capital devem se unir na assinatura de um documento a ser entregue aos promotores do Ministério Público Estadual (MPE) e Federal (MPF).

“Cadê o prefeito e os vereadores? Só lembram da gente em época de eleições. É lastimável a situação das nossas estradas, que estão em péssimas condições, em estado de calamidade. Temos que denunciar ao Ministério Público Estadual”, finalizou o presidente da Associação dos Agricultores Familiares do PA Vida Nova, Ivo Ferraz.

 

Fonte

da Redação | Por Xico Nery



Categorias: GERAL


DEIXE SEU COMENTÁRIO
Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site CORREIO DE NOTÍCIAS DE RONDÔNIA. Todos os mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

avatar
×

Olá! Em que posso ajudar?

× Como posso ajudar?