sexta, 24 de maio de 2019

AUMENTO

Estudantes reclamam de aumento nos passes estudantis

14/05/19 08:32

Com o aumento no número de passes, o valor do repasse financeiro mensal ficará em torno de R$ 114 mil

O prefeito de Ji-Paraná, Marcito Pinto (PDT), assina nesta semana o convênio aumentando de 20 mil para 30 mil por mês o número de passes estudantis que a empresa concessionária do transporte urbano coletivo de passageiros (Cidade Ji-Paraná, antiga Coopemtax) poderá fazer de forma gratuita para os alunos da rede pública de Ji-Paraná.

Com o aumento no número de passes, o valor do repasse financeiro mensal ficará em torno de R$ 114 mil. O reajuste foi possível após ter sido aprovado pela Câmara Municipal por unanimidade.

Outra informação prestada pelo chefe do Executivo é que o convênio irá beneficiar 45 alunos do projeto Sonho Meu, sendo destinados 1800 vales-transporte mensais para os alunos atendidos pelo programa social.

Para se beneficiar, o estudante deve reunir cópias de documentação que comprove matrícula escolar, frequência nas aulas, carteira de identidade estudantil e uma declaração de que mora a uma distância mínima de 500 metros da unidade escolar.

Os interessados também podem obter mais informações na sede do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano do Interior de Rondônia (Set-Ji) ou na sede da Autarquia Municipal de Trânsito (AMT), na avenida Brasil com T-18, bairro Nova Brasília.

O estudante também pode acessar o site do sindicato (setji.com.br) e procurar pelo link “Passe Escolar Gratuito”, onde encontrará todos os dados para o benefício, e também o requerimento online.

Organização

O presidente da AMT, Alex Marcos, informou que neste convênio, os passes são distribuídos de acordo com o calendário escolar fornecidos pelas unidades de ensino, levando em consideração os dias letivos de cada mês e a prefeitura paga apenas os vales-transporte efetivamente distribuídos, não podendo ultrapassar a quantidade de 30 mil. Todos os meses é realizada a aferição da distribuição com base na relação de alunos beneficiados, com o número de série de cada vale-transporte entregue, confrontados com os que foram de fato utilizados.

Marcito disse também que espera contar com a compreensão e fiscalização dos pais para que os vales-transporte sejam utilizados realmente à finalidade proposta, ou seja, o uso do transporte para as aulas curriculares.

Fonte

https://www.diariodaamazonia.com.br/passes-estudantis-sobem-para-30-mil/



Categorias: EDUCAÇÃO


Deixe um comentário

avatar
  Se inscrever  
Notificação de