sexta, 19 de julho de 2019

Lendas não morrem jamais

19/06/19 08:54

Oscar D’Ambrosio*

Qual é a diferença entre ser uma estrela e uma lenda? Em certo momento do filme “Blaze”, dirigido pelo ator Ethan Hawke, o protagonista, um cantor de country music, explica com toda clareza à pergunta de sua namorada Sybil Rosen, declarando que as estrelas se apagam em algum momento, enquanto as lendas vivem para sempre.

O filme ajuda a consolidar Braze Foley (1949 – 1989) como lenda. Além de suas belas letras, o diretor destaca aspectos de sua relação afetiva com Sybil, a garota judia que foi o grande amor de sua vida e cujo livro sobre o artista foi um dos pontos de partida de uma biografia cinematográfica que destaca uma existência pouco convencional.

O que mais impressiona na trajetória de Blaze, cujo papel é defendido de maneira visceral pelo estreante Ben Dickey, é o lirismo de canções perante uma trajetória existencial que inclui uma formação religiosa; a poliomielite, que o deixou com uma perna mais curta que a outra; e a convicção de que estava realizando um trabalho artístico importante.

No entanto, saber lidar com as pressões do mundo das gravadoras, assim como com as tentações da bebida, foram condições que não soube superar. Seus maiores momentos de felicidade teriam sido numa cabana no alto de uma árvore, onde viveu com Sybil feito dois esquilos. A vida pública o levou ao caos, mas o tornou uma imortal lenda. Para pensar…

– Por Oscar D’Ambrosio*

*Oscar D’Ambrosio é jornalista pela USP, mestre em Artes Visuais pela Unesp, graduado em Letras (Português e Inglês) e doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.



DEIXE SEU COMENTÁRIO
Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site CORREIO DE NOTÍCIAS DE RONDÔNIA. Todos os mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

avatar
PUBLICIDADE
×

Olá!

Em que posso ajudar?

× Como posso ajudar?