quinta, 24 de outubro de 2019

Derrotas de Maurão e Raupp não deixam cicatrizar feridas do MDB

13/08/19 08:44

Carlos Sperança*

Onde há fumaça… O fogo é o grande terror das florestas. Há pouco, o arqueólogo francês Stéphane Rostain declarou seu espanto..
Onde há fumaça…
O fogo é o grande terror das florestas. Há pouco, o arqueólogo francês Stéphane Rostain declarou seu espanto ao sobrevoar a Amazônia à noite e ver que a enorme quantidade de fogueiras vistas por todos os lados produzia claridade similar à do dia.
Nem sempre os desastres são avaliados com a rapidez de um simples olhar em tempo real. Estudo da Universidade de Lancaster (R. Unido) mostrou que incêndios na floresta amazônica entre 2015 e 2016, causados pelo fenômeno El Niño, emitiram quatro vezes mais dióxido de carbono (CO²) do que o previsto inicialmente. Pode ser trágico deixar acontecer e só depois ver se o desastre foi maior ou menor do que se esperava.
O que mais se diz a respeito dos incêndios é a imensidão das emissões de gases de efeito estufa e a destruição de biodiversidade, mas tão imenso quanto incalculável em seus efeitos danosos é a liberação impune e ampla na atmosfera de poluentes que afetam de a saúde humana.
Em defesa do fogo sobre o qual o Brasil não tem controle vem à notícia de que boa parte do fósforo consumido pelas árvores amazônicas provém de incêndios florestais e não só da poeira do deserto do Saara, como se supunha. Em todo o caso, fogo é perigoso demais para não ter controle. Sob controle um auxiliar. Sem isso, puro terror.
………………………………………….

As cicatrizes
Ainda vai longe para o MDB superar as cicatrizes da convenção estadual do ano passado que redundaram em pisões e quebradeira – e nas eleições nas derrotas do candidato ao governo do partido Maurão de Carvalho e do senador Valdir Raupp, cacique nacional. O ressentimento ainda é grande entre as partes. Nos municípios começam os primeiros entendimentos para a harmonização.

Os bombeiros
Elogiável o trabalho dos bombeiros, voluntários e vizinhos no sinistro que destruiu o depósito das Lojas Colombo em Porto Velho. A corporação, mesmo com o deposito da Colombo destruído, salvou da tragédia a Escola Murilo Braga, a galeria São Francisco e casas adjacentes alvo das labaredas. Grandes incêndios têm se tornado uma trágica rotina na região central da capital

A regularização
O governador Marcos Rocha (PSL) e prefeitos de vários municípios tem se reunido para trabalhar de forma conjunta em prol da regularização fundiária. Como se sabe, existe enorme demanda reprimida a respeito em todo o estado, algo em torno de quase 100 mi propriedades gerando insegurança no campo motivando disputas sangrentas pela terra desde os idos da chacina de Corumbiara.

Mais empregos
A contratação de novas obras em Porto Velho através das esferas governamentais tem gerado empregos na área da construção civil, a mais penalizada depois do ciclo das usinas do Madeira. Com isto, a roda da economia gira e o comercio lojista exibe os primeiros resultados positivos do ano com as compras ocorridas no recente dia dos pais. A previsão é que as coisas melhorem também no Dia das Crianças e Natal.

Chá de sumiço
Derrotados nas eleições passadas ao governo do estado, o ex-presidente da Assembleia Legislativa Maurão de Carvalho (MDB) e o empresário de vários ramos, o ex-senador Expedito Junior (PSDB) sumiram do mapa. Mas sabe-se que Maurão cuida dos seus bois, além de processos antigos, e Expedito tem corujado o filho deputado em Brasília e colaborado com a gestão do sócio Hildon Chaves na capital.

Via Direta
*** Bem articulado, o Distrito de Nazaré realiza a II Festa da Melancia neste final de semana *** Uma grande ocasião para a confraternização entre as comunidades ribeirinhas de Porto Velho *** No Complexo da Ferrovia Madeira Mamoré nem sinal do retorno das obras de enroncamento nas margens do Rio Madeira cujas águas estão descendo rapidamente neste verão *** Seguem os estudos técnicos de engenharia sobre o fenômeno das terras caídas (desbarrancamentos) naquela região tão afetadas pelos banzeiros.

  • Por Carlos Sperança*

*Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.



DEIXE SEU COMENTÁRIO
Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site CORREIO DE NOTÍCIAS DE RONDÔNIA. Todos os mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

avatar
PUBLICIDADE
×

Olá! Em que posso ajudar?

× Como posso ajudar?