terça, 12 de novembro de 2019

INVESTIGAÇÃO

Comissão do Senado vem a Rondônia apurar denúncias de irregularidades na Energisa

18/09/19 07:10

A cerca de um mês e meio, o Site “Correio de Notícia de Rondônia”, vem divulgando uma série de reportagens-denúncias de possíveis irregularidades por parte da CERON/ENERGISA. Além de denunciar atitudes abusivas da concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica em Rondônia.

Além disso, o portal de Notícia tem procurado ouvir consumidores, comerciantes e até mesmo a classe política que de forma bastante indignada falam sobre o assunto. Contudo, em nenhum momento as reportagens foram contestadas pela empresa -, que além de viralizar nas redes sociais foram bastante comentadas por internautas apoiando a iniciativa.

Em virtude da grande quantidade de reclamações dos consumidores, além das reportagens feita polo “Correio de Notícia”, o presidente da Associação em Defesa dos Direitos e Garantias do Povo de Rondônia (ADORO), Jesuíno Boabaid, entregou oficialmente, na Assembleia Legislativa, pedido de abertura de uma Comissão Especial para apurar as possíveis irregularidades registradas nos medidores de energia elétrica digitais e analógicos, em todo o Estado.

O mais absurdo, segundo afirmações de alguns consumidores, ‘é que os relógios chegam de forma regular na empresa distribuidora de energia e lá, seriam adulterados’.

Nesse mesmo sentido, a Comissão de Infraestrutura do Senado aprovou nesta terça-feira (17/09) a realização de diligência no Estado de Rondônia para apurar as suspeitas de possíveis  abusos cometidos pela ENERGISA, concessionária responsável pela distribuição de energia elétrica no Estado, sucedânea da antiga CERON.

O requerimento é de autoria do que senador Marcos Rogério (DEM-RO), após as matérias veiculadas pelo “Correio de Notícia” e, obviamente, o recebimento das denúncias de abusos cometidos pela companhia, seguiu este site de notícias no apuratório de tais denúncias. Segundo assinalou o parlamentar, além de cortes irregulares, ‘há graves suspeitas de irregularidades nos medidores de energia elétrica digitais e analógicos em todo o Estado’.

“Existem denúncias de que a equipe da Energisa chega nas residências sem aviso prévio, quebram os lacres e fazem a troca do relógio. Além disso, a população também reclama que os relógios voltam da distribuidora com alterações na medição de consumo, o que aumenta o valor da conta de energia”. Além dos cortes no fornecimento de energia, destacou o senador,  que estão ocorrendo de modo abrupto e de maneira ilegal.

“Há relatos de que a companhia está interrompendo o fornecimento de energia aos finais de semana, o que viola o Art. 1º da Lei Estadual nº 1.783/07”. Segundo essa Lei, as empresas de concessão de serviço público de água e energia ficam proibidas de cortar o fornecimento residencial de seus serviços por falta de pagamento de suas respectivas contas às sextas-feiras, sábados, domingos, feriados – e também no último dia útil anterior aos feriados, destacou o parlamentar. Ainda segundo ele, a diligência será realizada em conjunto com a Agência Nacional de Energia Elétrica “ANEEL”.

Fonte

Redação do Correio de Notícia



Categorias: GERAL


DEIXE SEU COMENTÁRIO
Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site CORREIO DE NOTÍCIAS DE RONDÔNIA. Todos os mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

avatar
×

Olá! Em que posso ajudar?

× Como posso ajudar?