sábado, 17 de agosto de 2019

TRANSPOSIÇÃO

Sindsef gasta diárias com sua diretoria para tratar de transposição de servidores

10/06/19 14:59

Servidores filiados já se mobilizam para ingressar com Pedido de Providências no Ministério Público Federal para que não permita que o dinheiro do sindicato seja utilizado de forma inadequada.

Os servidores públicos estaduais de Rondônia beneficiados pela EC 60, EC 98, Lei 13.681/18 e o Decreto Presidencial 9.823/19 tem o prazo de 30 dias para assinar o Termo de Opção, que determina se querem ou não enquadrar na folha da União e se transformarem em servidores federais.

Os sindicatos das categorias que possuem essa capacidade de organização junto aos seus filiados são estaduais e devem reunir para alertar o cumprimento do prazo estabelecido pelo governo federal.

Acontece que quem está fazendo isso indevidamente é o Sindicato dos Servidores Públicos Federais de Rondônia (Sindsef), deslocando sua diretoria para diversos municípios gastando diárias, alimentação, combustível e hospedagens de seus diretores e as despesas com a logística atendendo servidores que nem filiados a entidade são.

Servidores filiados já se mobilizam para ingressar com Pedido de Providências no Ministério Público Federal para que não permita que o dinheiro do sindicato seja utilizado de forma inadequada. Esses servidores, se por ventura forem incluídos aos quadros da União e passarem a ser considerados federais, poderão, se quiserem, se filiar ao sindicato, mas, até lá, não é atribuição do Sindsef, organizar esse tipo de evento porque o dinheiro dos filiados tem que ser gasto em prol deles e não de outras categorias.

Os diretores se dividiram e estão realizando reuniões em vários municípios. Em Ariquemes, estão os diretores Flávia e Francisco Torres (Pimpolho). Em Cerejeiras, Eva e Joana.

O Sindsef tem interesse nesses servidores quando eles se transformarem em federais, mas, até lá não pode deslocar para a Capital Federal, diretores gastando passagens aéreas que são caras e diárias para acompanhar o processo da transposição. Para quem de fato a entidade trabalha? Existe algum parlamentar que tem estreitas relações com diretores ou seu presidente? É o que vamos descobrir e fica para a próxima matéria.

Fonte

Carlos Terceiro



Categorias: GERAL


DEIXE SEU COMENTÁRIO
Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site CORREIO DE NOTÍCIAS DE RONDÔNIA. Todos os mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

avatar
×

Olá!

Em que posso ajudar?

× Como posso ajudar?