quinta, 14 de novembro de 2019

SOBERANIA

Mourão defende relação soberana com todas as nações

05/06/19 09:32

Vice-presidente foi homenageado pela Frente Parlamentar Brasil-China

Ao participar de jantar oferecido pelas Frentes Parlamentares do Congresso Nacional Brasil-China e Brics, no Clube do Exército, em Brasília, o  vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse que tudo o que o atual governo pretende realizar é “buscar o bem-estar da população brasileira e, mais ainda, a inserção [do país] de forma altaneira, soberana, flexível e pragmática no concerto de todas as nações”.

O jantar foi uma homenagem de empresários que desejam intensificar o comércio com a China e da comunidade chinesa residente em várias cidades brasileiras, em reconhecimento aos esforços do vice-presidente de estreitar as relações entre os dois países.

Além de empresários e entidades que promovem o comércio e a cultura entre o Brasil e a China, também participaram do jantar em homenagem ao general Mourão o chanceler brasileiro Ernesto Araújo, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, parlamentares, o corpo diplomático estrangeiro sediado no Brasil e integrantes de institutos de ensino da língua chinesa (mandarim) em cidades brasileiras.

“Deixo claro também que não mereço essas homenagens todas. Muito pelo contrário. Como soldado, apenas estou cumprindo meu dever, o dever para o qual tanto o presidente Bolsonaro como eu fomos eleitos no ano passado”, disse o vice-presidente.

Investimentos

Durante o jantar, nessa terça-feira (4), o líder da Frente Parlamentar do Congresso Nacional Brasil-China, deputado Fausto Pinato (PP-SP), lembrou a recente viagem do general Mourão à China como uma ação motivadora para as relações entre o Brasil e o gigante asiático. O vice-presidente desembarcou na capital chinesa (Pequim) em de 20 de maio, para viagem de uma semana. Ele visitou autoridades chinesas, empresários e entidades culturais interessadas em aproximar políticas e incentivar investimentos entre os dois países.

Pinato disse que a homenagem a Mourão é só uma das etapas do processo de fortalecimento das relações Brasil-China. Ele observou que, em setembro próximo, o presidente Jair Bolsonaro também fará uma viagem à China. “Com Bolsonaro vamos repetir a mesma homenagem que estamos fazendo ao general Mourão”, acrescentou.

Principal parceiro

A China é, desde 2009, o principal parceiro comercial do Brasil. O fluxo do comércio bilateral alcançou, em 2018, US$ 98,9 bilhões. As exportações alcançaram US$ 64,2 bilhões, enquanto as importações atingiram US$ 34,7 bilhões.

Fonte

Agência Brasil  | José Romildo



Categorias: Sem categoria


DEIXE SEU COMENTÁRIO
Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site CORREIO DE NOTÍCIAS DE RONDÔNIA. Todos os mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

avatar
×

Olá! Em que posso ajudar?

× Como posso ajudar?