segunda, 24 de junho de 2019

REVITALIZAÇÃO

Vias do Distrito começam a ser revitalizadas

21/05/19 08:19

O prefeito de Manaus, Arthur Neto, e o titular da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), Alfredo Menezes, acompanhados do secretário municipal de Obras, Kelton Silva, do procurador da República, Leonardo Galiano, entre outras autoridades, oficializaram, nesta segunda-feira (20), na sede da Autarquia, o lançamento de dois dos três lotes de obras a serem realizadas no Distrito Industrial I, que irão alcançar, ao todo, 35 vias da área que concentra as indústrias do Polo Industrial de Manaus (PIM).

Os trabalhos iniciam hoje pela bola da Samsung. As vias contempladas serão totalmente reestruturadas desde a base, ganharão novo pavimento, drenagens superficiais onde for necessário, calçadas, meios-fios e sarjetas. Dos R$ 150 milhões garantidos do Tesouro Nacional via Ministério do Planejamento, o projeto está orçado em R$ 136 milhões – R$ 14 milhões a menos do que o previsto.
De acordo com informações da prefeitura de Manaus, neste primeiro momento, 60 homens, mais de 30 caçambas, retroescavadeiras entre outros equipamentos pesados, estarão mobilizados pelas empresas responsáveis pelos serviços, Ardo Pavimentação e Terraplanagem, e Soma LTDA. As empresas foram as vencedoras das licitações dos lotes 2 e 3, respectivamente, com o aval das equipes técnicas da SUFRAMA e Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf). A licitação do lote 1 encerra nesta segunda-feira (20), completando o lote de obras do projeto, e deve ter o seu resultado divulgado após os ritos legais.
Menezes destacou a importância da obra para a cidade e para a SUFRAMA. “Após essa cerimônia, a prefeitura já dá início às obras e isso tem uma importância muito grande, porque vai nos ajudar de uma maneira inconteste quando da vinda de empreendedores. Esse movimento de obras no Distrito vai ser extremamente salutar, vai dar outra confiança e é com a ajuda do prefeito Arthur que nós estamos criando e entregando para população de Manaus essa agenda positiva”, afirmou.
O prefeito Arthur Neto agradeceu às equipes técnicas da Seminf e da SUFRAMA, que trabalharam continuamente para dar andamento nas licitações e início das obras e ressaltou a relevância do Polo para a cidade. “A nossa ideia (da Prefeitura) casa com toda essa luta de defesa da Zona Franca, ela casa com o sonho de todos nós, para que nossa luta seja vitoriosa na manutenção da Zona Franca, nos trabalhos de integração, da economia 4.0, para salvaguardarmos a Zona Franca para que a ela se somem outros polos, porque temos potencial para isso, como o turismo, a biodiversidade. Esta será uma obra honrada do começo ao fim e útil por muito tempo ao Amazonas e à cidade de Manaus. Meus parabéns a todos nós!”, disse.
O secretário da Seminf, Kelton Silva, também agradeceu às equipes dos dois órgãos e disse que o dia de hoje trouxe sensação de vitória e de missão cumprida. “Iremos fazer o possível e o impossível para que essas obras sejam concluídas e tragam o benefício tão esperado para o Polo Industrial da nossa cidade”, afirmou.

Foto: Márcio Gallo / SUFRAMA

O procurador Leonardo Galiano destacou a importância do Acordo de Cooperação Técnica entre SUFRAMA e Prefeitura e ressaltou a relevância estratégica que a malha viária do Distrito Industrial tem para o funcionamento do Polo Industrial de Manaus, lembrando que, no passado, houve uma discussão jurídica sobre de quem seria a responsabilidade das vias do Distrito Industrial, sendo reconhecida a atribuição da prefeitura de Manaus. “Isso foi objeto de judicialização e definiu-se essa solução que se formalizou nessa oportunidade, com a prefeitura de Manaus realizando a obra, com os recursos federais via SUFRAMA, e aí entra o papel do Ministério Público Federal e dos órgãos de controle para acompanhar a aplicação efetiva desses recursos”, observou.
Projeto Executivo
Desde julho de 2017, prefeitura e SUFRAMA trabalhavam no destravamento burocrático das obras no Distrito industrial I. Um grupo de trabalho foi formado entre as duas instituições para dar celeridade nas tratativas, o que resultou na divisão do projeto executivo em três lotes. A divisão levou em consideração a geografia da área, a tipologia do solo e os problemas encontrados nas vias. Além de um melhor andamento no cronograma das ações, a medida também favorece a redução dos custos de logística, com canteiros de obras melhores distribuídos.
Os lotes 2 e 3 agregam as vias com nível leve e intermediário de criticidade, como as ruas Buriti, Tambaqui, Matrinxã, Tucumã, Poraquê, Jutaí, Mogno, Ipê, Cupiuba, Oitis, Autaz Mirim, Solimões e adjacentes, além das bolas da Gillette e Samsung. Já para o lote 1, foram mapeados problemas mais críticos, com previsão para receber melhorias as ruas da Feira, Rio Jaguarão, Rio Quixito, Itaúba, e as avenidas Governador Danilo de Matos Areosa, Ministro João Gonçalves, Ministro Mário Andreazza e Guaruba e bola da SUFRAMA.

Fonte

Texto: Layana Rios



Categorias: Sem categoria


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of