sbado, 16 de fevereiro de 2019

PROMESSA DE CAMPANHA

‘Precisamos estar unidos, nenhum assassino irá nos parar’

07/02/19 09:19

Presidente está internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, depois de passar pela terceira cirurgia em decorrência de uma facada

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) publicou no Twitter que começou esta quinta-feira (7/2) “combatendo o bom combate”. Ele direcionou a declaração para a área de segurança pública ao prometer um país mais seguro para “cidadãos de bem”. Desta vez, não comentou sobre o estado de saúde, como tem feito nos últimos dias.

De acordo com o boletim médico divulgado nessa quarta-feira (6/2), o chefe do Executivo permanece internado em unidade semi-intensiva no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, com quadro clínico estável, sem dor ou febre e com melhora dos exames laboratoriais e de imagem.

Bolsonaro está em tratamento depois de ter sido submetido a uma cirurgia no intestino, no dia 28 de janeiro. Na ocasião, foi retirada a bolsa de colostomia usada desde o atentado à faca sofrido na campanha eleitoral, no dia 6 setembro de 2018. Durante a internação, ele conduz o Executivo federal de um gabinete improvisado na antessala do quarto onde se recupera.

“Começamos mais uma quinta-feira combatendo o bom combate. Temos uma missão e vamos cumpri-la. Precisamos estar unidos para transformar o Brasil em um local mais seguro para os cidadãos de bem! Não perderemos esta oportunidade única! Contem conosco! Nenhum assassino irá nos parar!”

Saúde do presidente

Bolsonaro voltou a caminhar pelos corredores do hospital depois de dois dias sem fazer esse exercício. O presidente continua com sonda nasogástrica, dreno para a retirada de líquidos do abdome e antibióticos por via endovenosa. Ele ingere líquidos por via oral, em associação à nutrição parenteral.

O procedimento realizado no dia 28 de janeiro foi comandado pelo médico gastroenterologista Antonio Luiz Macedo. O presidente da República está internado desde o dia 27 e deve permanecer no hospital até a completa recuperação. Até o dia 29 de janeiro, o general Hamilton Mourão comandou o Palácio do Planalto como presidente em exercício.

Esta foi a terceira vez que Jair Bolsonaro passou por uma cirurgia desde que levou uma facada na barriga, no dia 6 de setembro de 2018. O atentado aconteceu durante agenda da campanha presidencial em Juiz de Fora (MG). Adélio Bispo, responsável pelo crime, foi preso minutos depois e está detido no presídio federal de segurança máxima de Campo Grande (MS).

 

Fonte

015 – Metrópoles


Categorias: Saúde


Deixe um comentário

avatar
  Se inscrever  
Notificação de