sbado, 16 de fevereiro de 2019

EDUCAÇÃO

Ministra acusa professores de adulterar Turma da Mônica em historinha onde garotinha diz querer “pica”

06/02/19 17:54

Vídeo

Sem citar nomes, Damares disse que investigou o caso e descobriu que houve uma adulteração da tirinha. Na verdade, segundo ela, a garotinha responde: “O que sobrar” (da pipoca).

Em vídeo de uma palestra sua que circula na internet, a ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, a Doidamares,  apresenta  uma série de supostas provas e cartilhas sobre sexo às quais estariam sendo submetidas as crianças em diversas escolas brasileiras, inclusive em Porto Velho.

No vídeo, a ministra acusa professores de Porto Velho de adulterarem uma tirinha (de história em quadrinhos) onde aparecem um garoto, uma garotinha e um pipoqueiro. O garoto pede um saco de pipoca. O pipoqueiro pergunta o que a garotinha vai querer e ela responde: “pica”.

Sem citar nomes, Damares disse que investigou o caso e descobriu que houve uma adulteração da tirinha. Na verdade, segundo ela, a garotinha responde: “O que sobrar” (da pipoca).

A ministra disse ter confrontado os professores sobre  porquê teriam  alterardo a obra de Maurício de Souza e colocado  na prova que a menininha  queria  pica. “Não fomos nós, na hora que a gente scanear as palavras mudaram de lugar (sic)”, teriam respondido os professores, segundo a ministra.

SINTERO

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação divulgou nota de repúdio na qual informa  desconhecer as  “informações” reveladas pela ministra em sua palestra.

Fonte

Tudorondonia


Categorias: POLÍTICA


Deixe um comentário

avatar
  Se inscrever  
Notificação de